Home / DESTAQUE / Memória Mariana: Onde anda “Dedê”
onde anda Dedê

Memória Mariana: Onde anda “Dedê”

Dando sequência aos recortes da história do Vila Operária Clube Esporte Mariano -VOCEM de Assis- que estará completando 66 anos em julho, registramos na coluna ‘Memória Mariana’ um pouco da história do lateral direito Dedê.

Luis Cláudio da Silveira, “Dedê” é prata da casa.

Nasceu em Assis. Filho de outro jogador bom de bola, Edgar Pereira da Silva, que também foi presidente da Liga Assisense de Esportes, “Dedê” foi contratado pelo VOCEM em 1987, graças à indicação de ex-diretores de futebol do clube mariano, Paulo Rossi e Sérgio Berti, o Bolão. “Essas duas pessoas foram muito importantes na minha carreira. Eles me indicaram para o VOCEM”, agradece, até hoje, o ex-craque da camisa 2.

Além de Rossi e Bolão, “Dedê” faz questão de ressaltar o apoio e incentivo da Usina Nova América, onde trabalhava: “Fui contratado através de uma parceria com a Usina Nova América, que me liberava para jogar e também patrocinava o time. Não posso deixar de agradecer o apoio recebido do sr. Wilson Paitl, Oscar Gozzi e Sebastião Aizzo naquela época”, enfatiza.

“Dedê” começou sua carreira como profissional no VOCEM em 1987.

Logo na estreia, num jogo no estádio Benedito Pires, em Cândido Mota, contra o Garça, o VOCEM sagrou-se campeão do grupo e garantiu o acesso à Divisão Intermediária.

“Dedê” se recorda da temporada 1988. “Foi montado um timaço. Eu era o único jogador de Assis, vindo do futebol amador e titular da equipe do então presidente Carlos Pinheiro e do técnico (saudoso) Milton Buzeto”.

Naquela temporada, 1988, o jornal Gazeta de Assis publicou uma matéria considerando “Dedê” como o grande destaque do VOCEM na competição.

“Dedê” teve muito destaque nas equipes de Tarumã, onde trabalhou e jogou pelas equipes da Nova América.

Do gramado para as quadras.

Foi campeão da Copa Assis de futsal, e acabou  contratado para atuar em Porto Ferreira no futebol de salão.

Regressou ao futebol de Assis para ser campeão amador nas equipes da Cristalina e Ponte Preta: “Depois, parei de disputar campeonatos. Só joguei sem compromisso”, conta.

Atualmente, Luís Cláudio da Silveira, o ‘Dedê’, mora e trabalha em Quirinópolis, no estado de Goiás, distante 600 km de Assis.

Profissionalmente é coordenador de elétrica.

“Dedê” é casado e pais de três filhos: Edgard Neto, Ana Carolina e Luis Cláudio Filho.

Eis um pouco da história do jogador Luis Cláudio da Silveira “Dedê”, lateral direito do VOCEM nas temporadas 1987/88/89.

onde anda Dedê

 

 

Veja Também

onde anda foguinho pronto

MEMÓRIA MARIANA: Atacante Foguinho estreou no VOCEM marcando gol e quebrando tabu

Na coluna ‘Memória Mariana’ desta semana, o JSOL –Jornal da Segunda On Line– conta a ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *