Para ‘evitar escândalos’, Diocese suspende Padre Vicente

“Para evitar escândalos, a garantia e proteção da justiça e defender a liberdade dos acusadores e suas respectivas testemunhas”, a Diocese de Assis suspendeu o padre Vicente Paula Gomes por tempo indeterminado.

O motivo da suspensão, assinada pelo bispo diocesano Dom Argemiro de Azevedo e pelo Chanceler do Bispado, Padre Davi José Martins, é a participação do padre numa cerimônia homoafetiva realizada no final de semana num salão de festas de Assis.

O documento, intitulado ‘Decreto de medida cautelar’ começa considerando “as acusações graves contra o Revmo. Pe. Vicente Gomes de Paula que celebrou uma união homoafetiva de Luiz Carlos dos Santos e Claudinei Batista de Almeida em ato celebrado num salão de festas de Assis”.

Os dirigentes da Diocese citam artigos do Código de Direito Canônico para embasar a decisão.

Antes de tomar a dura decisão de suspensão do pároco da Igreja de Santo André de Tarumã, o bispo e o chanceler afirmam terem ouvido o parecer do Promotor de Justiça que acompanhou a denúncia.

Não foram informados, no documento, os nomes dos acusadores e das testemunhas.

O Jornal da Segunda tentou entrar em contato com o Padre Vicente Gomes de Paula, mas não obteve resposta.

NOMEAÇÃO – Nesta quinta-feira, dia 12 de dezembro, a Diocese de Assis publicou a nomeação e provisão do Padre Orlando de Almeida Alves como novo administrador da Paróquia Santo André, em Tarumã, como substituto do suspenso Padre Vicente Paula Gomes.
Orlando Alves estava atuando na paróquia do Complexo Prudenciana, em Assis.

12 dez benção

Padre Vicente Paula Gomes abençoando a união homoafetiva

12 dez decreto

Documento da Diocese suspendendo Padre Vicente

12 dez nomeação tarumã

Documento nomeando Padre Orlando Alves para a Paróquia de Tarumã.

Veja também

A157 – Ameaçado e orientado por advogados, radialista não exibe imagens ‘comprometedoras de casal de famosos da cidade’

Era grande a expectativa da população na manhã desta quarta-feira, dia 12 de junho, para …

Deixe uma resposta