Motoristas reclamam de escuridão e buracos em rotatória na Benedito Pires

Poucos meses após ter sido reformada pela Prefeitura de Assis, a avenida Benedito Pires, que que liga a cidade ao município de Cândido Mota, é alvo de constantes reclamações dos motoristas e motociclistas.

O alvo principal das reclamações é a rotatória construída na saída de um motel.

Quem passa pelo local protesta pela falta de iluminação e o estado precário do pavimento asfáltico.

Na noite desta terça-feira, dia 19 de outubro, um motorista que usa a rodovia parou o carro no estacionamento, gravou imagens da escuridão no local e encaminhou fotos e vídeo ao Jornal da Segunda para cobrar providências das autoridades.

Observe que, na rotatória em frente ao motel, postes e luzes não servem nem para enfeites. As lâmpadas estão queimadas há mais de 60 dias“, disse ele, que ainda lembrou: “Na época que a Prefeitura fez esse canteiro central, prometeu que a avenida seria toda iluminada até o portal que divide as cidades, mas não consegue iluminar nem a rotatória“, cobrou.

Uma cozinheira que mora em Assis e trabalha em Cândido Mota, confirma o problema. Disse ela: “Vou para Cândido Mota três vezes por semana. Além dos buracos, a sinalização de solo é inviável. A partir da divisão de Cândido Mota, a gente nota a iluminação de solo perfeita. Nas rotatórias, no trecho de Assis, até quem dirige na velocidade controlada, não consegue enxergar a entrada das rotatória. Tá muito difícil“, reclamou.

Uma empresária de Cândido Mota, que trafega diariamente pela estrada, atesta: “Tenho ido a Assis todos os dias e está difícil transitar nessa rotatória!“, protestou.

Um professor de matemática, que viaja quatro dias na semana naquela via, reclama das condições do pavimento: “O asfalto nessa rotatória está quase intransitável!“, disse.

19 outubro rotatória

Todas as lâmpadas na rotatórias estão queimadas

 

 

 

Veja também

A221 – Morre o policial militar e radialista Maurão Nogueira

Morreu nesta sexta-feira, dia 19 de julho, aos 70 anos, o policial militar aposentado e …

Deixe uma resposta