‘Boneca viva’ se apresenta na Casa da Menina

Na manhã desta sexta-feira, dia 25 de maio, a Casa da Menina “São Francisco de Assis” recebeu a apresentação da dançarina Suzane Silva, que desenvolve um trabalho de ‘boneca ao estilo vitrine viva’.

As crianças da instituição aprovaram e se divertiram com as músicas animadas.

Suzane conta que seu amor pela dança vem desde a infância, quando começou a dar seus primeiros passos na arte, aos três anos, e nunca mais parou de dançar.

Aos 14 anos ela aprendeu técnicas de performance em vitrine viva e chegou a ministrar oficinas na época, aprendizado que está retomando atualmente.

“Despois de todo esse tempo então pensei em usar essa técnica em benefício das crianças e realizar apresentações em instituições como a Casa da Menina. Essa é a segunda apresentação, a primeira foi ontem, na Apae- Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – e a repercussão tem sido boa, o retorno das crianças também”, comentou Suzane.

A dançarina também canta e faz participações especiais em bandas. Atualmente tem seu estúdio de dança e cursa Educação Física.

“Estava morando no Japão, participei de missões cristãs internacionais, e agora estou de volta. Aqui em Assis abri recentemente meu próprio estúdio de dança, onde ministro aulas de ritmos variados; além disso, que trabalhar também a questão social com esse projeto da ‘Boneca Viva’, e levar alegria a todo canto, desde creches até asilos, pois creio que quando se faz alguém sorrir, você acumula sorrisos, para quando for chorar, já tem um estoque de alegria. Era esse trabalho que desenvolvi em missões, utilizar a dança e a música para resgatar jovens e é assim que quero continuar trabalhando, pois sei que Deus me sustenta; e foi muito bom apresentar meu projeto na Casa da Menina”, concluiu Suzane.

boneca viva 5

“Boneca viva” se apresentou na Casa da Menina

 Texto e foto: NayanaCamoleze/Volare Assessoria e Marketing

Veja também

A132 – URGENTE – Acidente com vítima fatal no centro da cidade

Mais um acidente de trânsito com vítima fatal. Desta vez no centro de Assis, na …

Deixe uma resposta