Home / CIDADE / Radialista Augusto César passa por traqueostomia e continua na UTI
augusto cesar e claudeli

Radialista Augusto César passa por traqueostomia e continua na UTI

O radialista e narrador esportivo Augusto César Pires Galvão, que comanda um programa diário na Rádio FEMA, continua internado na Unidade de Terapia Intensiva da Santa Casa de Misericórdia de Assis, onde foi submetido a uma traqueostomia nesta segunda-feira, dia 12 de julho.

Após dar entrada na Unidade de Pronto Atendimento ‘UPA Ruy Silva’ e ser transferido para a Santa Casa, Augusto foi diagnosticado com a ‘Síndrome de Fournier’, que se caracteriza por infecção necrotizante perineal que acomete os planos profundos do escroto, pênis, períneo e que pode se estender à raiz da coxa e abdome inferior.

Segundo a esposa Claudeli, a infecção do radialista está praticamente controlada, mas, segundo os médicos, era necessário a traqueostomia para melhorar suas condições respiratórias depois de seguidos processos de intubação e extubação.

A traqueostomia é um procedimento cirúrgico onde ocorre a abertura da parede anterior da traqueia, fazendo uma comunicação da mesma com o meio externo, com o objetivo de dar ao paciente uma possibilidade para respirar.

“Foi tudo bem na cirurgia. Ele aparenta estar com um semblante bem melhor”, resumiu Claudeli, que visitou o marido na terça-feira. Segundo ela, Augusto César está “com a pressão controlada e os demais órgãos funcionando bem”, resumiu.

A esposa do narrador esportivo faz questão de agradecer o apoio recebido dos amigos e pede que continuem em oração para que Augusto César receba alta médica e possa continuar a recuperação em sua casa, ao lado da família.

augusto cesar e claudeliO radialista Augusto César e a esposa Claudeli
Arquivo familiar

Veja Também

1187 conferencia

Conferência ouve propostas na Vila Operária para melhorar saúde

Chegou o momento de ouvir propostas da população usuária da Unidade Básica de Saúde da ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *