183 – Relatório do Tribunal de Contas e delação podem acelerar ação contra os diretores da FEMA

Novas denúncias de contratação irregular de professora no curso de Medicina, delação de uma ex-funcionária e minucioso relatório do Tribunal de Contas devem fazer o Ministério Público acelerar a Ação Civil Pública contra dirigentes da Fundação Educacional do Município de Assis -FEMA.

Nesta segunda-feira, dia 20 de março, o Conselho Curador da instituição se reúne para discutir a aprovação das contas referentes ao ano de 2022, justamente no período das principais denúncias investigadas pela CPI instalada na Câmara Municipal e pela Polícia Civil.

Mais detalhes na edição impressa do Jornal da Segunda (capa abaixo) que está à disposição nas bancas e sendo entregue aos assinantes.

capa 1266

Veja também

A111 – Vereador pede cancelamento de torneio de pesca após derramamento de esgoto em lago

Na manhã de quinta- feira, dia 16 de maio, atendendo solicitação de moradores da vila …

Deixe uma resposta