FEMA solicita retratação de notícia publicada sobre atendimento na UPA

Através de notificação extrajudicial assinada pelo diretor executivo da Fundação Educacional do Município de Assis, Eduardo Augusto Vella Gonçalves, a instituição de ensino responsável pela gestão da Unidade de Pronto Atendimento -UPA- ‘Ruy Silva’, no Jardim Aeroporto, solicitou que o JSOLJornal da Segunda On Line– procedesse uma “retratação acerca dos fatos contidos em matéria jornalística” publicada no dia 17 de maio.

A reportagem intitulada “Secretária nega fechamento da UPA no sábado, como foi anunciado pela FEMA“, baseada num comunicado interno divulgado por uma gestora da unidade, segundo a instituição, “contém inúmeras fake news“.

De acordo com a FEMA, “não existiram quaisquer manifestações verbais do Diretor da Instituição, Sr. Eduardo Vella, que jamais foi procurado, não havendo qualquer veracidade nas falas reproduzidas“.

Ainda, segundo a notificação, “as portas da UPA de Assis jamais ficaram fechadas, tampouco houve a negativa de atendimento a qualquer cidadão“.

Diz a nota também que “Não houve qualquer comunicado ao SAMU pela FEMA acerca da paralisação do atendimento pela UPA de Assis”.

Sobre trechos de uma mensagem publicada pelo JSOL na reportagem, a FEMA informa que “todas as mensagens internas eventualmente publicadas se deram dentro de grupos específicos de trabalho, via WhatsApp e jamais à comunidade em geral, posto que todas as providências cabíveis para a solução da questão estavam sendo tomadas pela FEMA“, e adverte: “Ressaltamos que as medidas cabíveis serão tomadas para averiguar a quem coube a divulgação indevida das mensagens“.

Por fim, a direção da FEMA/UPA enfatiza que “não foi comunicada acerca de qualquer boletim de ocorrência no período de sábado até os dias atuais relatando a falta de atendimento ou desatendimento a usuários“.

Segue uma “Nota de Esclarecimento” produzida pela FEMA a respeito dos episódios ocorridos na noite de sábado, dia 15 de maio, na UPA Jardim Aeroporto.

“NOTA DE ESCLARECIMENTO

A FEMA e a UPA de Assis informam que:

– O atendimento de urgência e emergência da UPA continua funcionando normalmente, apesar da superlotação que todos os mecanismos de saúde enfrentam.

– A UPA de Assis nunca fechou suas portas, desde o dia 8 de dezembro de 2014, quando começou seu atendimento para pacientes de Assis e região.

– No último fim de semana, houve um pico de lotação de pacientes e muitos
casos suspeitos de covid-19. Todos os hospitais de referência de Assis e região
estavam com leitos covid-19 com 100% de lotação e a UPA manteve o seu
atendimento apesar do colapso.

– O horário de atendimento da UPA será mantido da mesma forma de sempre,
ou seja, 24 horas nos 7 dias da semana, com toda a equipe escalada para
atendimentos de urgência e emergência.

– A gestão da UPA de Assis está atenta a todos os movimentos do sistema de
saúde e seus profissionais, que enfrentam um dos maiores colapsos da história
da saúde brasileira, por conta do alto número de pacientes com suspeita ou teste positivo de covid-19.

– A administração da Unidade está empenhada 24 horas por dia para oferecer o atendimento de urgência e emergência a pacientes de Assis e de todos os municípios conveniados.

– As equipes técnicas, médicas e administrativas das unidades de saúde de Assis estão lutando com todos os seus esforços para atender aos pacientes
acometidos por síndromes gripais.

– Os cuidados contra a proliferação do coronavírus precisam ser mantidos.
Distanciamento social, uso de máscaras e higienização das mãos, com lavagem
constante e uso de álcool gel, ainda precisam fazer parte dos protocolos contra a covid-19“.

FEMA – ASSIS

25 maio upa

Check Also

A033 – Cinco sepultamentos em Assis neste dia 11 de abril

Há cinco sepultamentos programados para esta quinta-feira, dia 11 de abril, no Cemitério Municipal da …

Deixe uma resposta