Derrotado em Jaú, Assisense reclama de pênalti não marcado

O Atlético Assisense perdeu para o XV de Jaú na tarde desta quarta-feira, dia 25 de agosto, no estádio Zézinho Magalhães, em Jaú, pelo placar de 2 a 1, em jogo válido pela segunda rodada do Campeonato Paulista da Segunda Divisão.

O técnico do time de Assis, Paulo César ‘PC’, e todos os jogadores reclamaram bastante de um pênalti não marcado pelo árbitro José de Araújo Ribeiro Júnior.

No lance que gerou protestos do Assisense, o goleiro Allan, do XV de Jaú, ao efetuar a defesa numa bola aérea, atinge o atacante Lukaku com o pé direito. Como tudo ocorreu dentro da pequena área, nada foi marcado, apesar das reclamações.

Na súmula, a arbitragem ainda relatou o protesto de Fabinho Melo, presidente do Assisense: “Informo que, no intervalo da partida, antes do início do segundo tempo de jogo, o senhor Fábio Aurélio Melo Bento, presidente do Clube Atlético Assisense, adentrou nas imediações do campo de jogo, através da saída do vestiário de sua equipe, aproximando-se de mim, quarto árbitro da partida, Felipe de Camilllo Caliman, com celular em mãos, tentando mostrar um lance do jogo e dizendo as seguintes palavras: ‘Já mandei o vídeo para Ana Paula. É vergonhoso não dar um pênalti desse e uma expulsão dessa’.”, escreveu na súmula.

A vitória do ‘Galo da Comarca’ começou a ser construída aos 9 minutos, através do zagueiro Barão, que fez 1 a 0.

Na segunda etapa, aos 19 minutos, o atacante Luizinho, que substituiu o atacante Leonardo, ampliou para o time de Jaú.

Faltando oito minutos para o término da partida, o atacante João Antônio diminuiu para o Atlético Assisense, dando números finais ao placar.

Após o jogo, o técnico Paulo César ‘PC’, falou sobre o resultado, que ainda mantém o ‘Falcão do Vale’ na vice-liderança do Grupo 2, com três pontos, atrás do próprio XV de Jaú, que chegou aos seis pontos.

“O resultado não veio, mas fizemos um bom trabalho. Tivemos condições de empatar o jogo no final da partida e ainda tivemos um pênalti que o juiz não marcou, num lance em cima do Lukaku, que poderia ter mudado o resultado”, lamentou o treinador, que já se prepara para o clássico contra o VOCEM.

“Apesar do resultado que, fora de casa, pode ser considerado normal, já começaremos a pensar no clássico contra nosso rival e buscaremos um bom resultado para manter nossa segunda colocação no grupo, em busca da classificação”, comentou ‘PC’.

O Atlético Assisense começou a partida em Jaú com: João ‘Pantaneiro’, Renato, Thiago Valú, Matheus e Marcelo; Viturino, Thiago Garcia, Gabriel e Luís Carlos; Toure e Lukaku. No transcorrer do jogo entraram: Tiago Felipe, João Antônio, Gabriel Bispo e Lucas Borges.

Gabriel, Thiago Valú e o preparador físico André Victor foram advertidos com cartão amarelo.

O próximo compromisso do Assisense será neste domingo, dia 29, às 10 horas, no estádio Tonicão, quando receberá o rival VOCEM para o clássico local.

RODADA
XV de Jaú 2 x 1 Assisense
Santacruzense 1 x 1 Grêmio Prudente
VOCEM 1 x 1 Osvaldo Cruz

PRÓXIMA RODADA
Assisense x VOCEM
Osvaldo Cruz x Grêmio Prudente
Santacruzense x XV de Jaú

CLASSIFICAÇÃO
XV de Jaú – 6 pontos
Assisense – 3 pontos
VOCEM e Grêmio Prudente – 2 pontos
Santacruzense e Osvaldo Cruz – 1 ponto

26 agosto penalti assisense

Goleiro do XV de Jaú atinge Lukaku

Reprodução TV 

Check Also

A049 – VOCEM disputará Copa Paulista; técnico ainda não foi definido

Na manhã desta quinta-feira, dia 18 de abril, o presidente do VOCEM, Lauro Valim, confirmou …

Deixe uma resposta