Cachorrão pode assumir secretaria e Gordinho da Farmácia voltar à Câmara

O vereador mais votado de Assis nas últimas duas eleições, Alexandre Cobra Vêncio ‘Cachorrão’, poderá assumir uma secretaria a ser criada na Prefeitura Municipal e a sua cadeira na Câmara deverá ser ocupada pelo segundo suplente do PDT, o ex-vereador ‘Gordinho da Farmácia’.

O primeiro suplente da legenda é o advogado Ivan Décio Serra, que não deve deixar a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico para assumir a vaga no Legislativo.

“Existe essa possibilidade sim. Já tive duas conversas com o prefeito José Fernandes, intermediadas pelo vice-prefeito Aref Sabeh”, confirmou Cachorrão ao Jornal da Segunda, na manhã deste sábado.

O vereador disse, no entanto, que a decisão só deve ser tomada após o processo eleitoral. “Assumi um compromisso em ajudar os deputados Itamar Borges e Baleia Rossi, mas as tratativas para que eu assuma uma secretaria estão avançadas”, reafirmou Cachorrão.

APOIO – Cachorrão não esconde aos amigos mais próximos que, após quatro legislaturas consecutivas, estaria planejando alçar um vôo mais alto para pousar no Paço Municipal. “É muito cedo ainda, mas quem tem política na veia sempre pensa em conseguir uma melhor maneira de ajudar a vida da população”, discursa.

Caso aceite assumir a secretaria a ser criada -Empreendedorismo-, Alexandre Cachorrão pode estar dando alguns passos para ser o candidato a prefeito com apoio do atual chefe do Poder Executivo José Fernandes, já que os nomes inicialmente imaginados por ele começaram a desmoronar por enfrentarem denúncias na Câmara através de CPIs.

O genro do prefeito Fábio Nossak, secretário municipal de Obras, que vinha ocupando grande espaço nas redes sociais ao lado do sogro, é alvo de uma Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga a locação de seu imóvel para uma empresa contratada para administrar o Aterro de Inertes.

O consogro de Fernandes, Arildo José de Almeida, que já visitava locais antes jamais percorridos para buscar popularidade, virou o alvo principal da CPI da Fema.

Sem essas duas opções dentro da própria família, Fernandes muda a rota e começa a desenhar um acordo com Alexandre Cachorrão. Se der certo, ele volta a ter maioria no Legislativo.

Cachorrão, com uma postura de independência, não têm votado com o prefeito nos projetos mais polêmico. A volta ao Legislativo de Gordinho -maior defensor de Fernandes no seu primeiro mandato- reequilibra as forças e a oposição dificilmente conseguiria barrar a maioria dos projetos, como de empréstimo para asfaltamento na zona rural.

De quebra, Fernandes pode conseguir desgrudar Cachorrão do pedetista Vinícius Símili, que também não esconde suas pretensões de sentar na cadeira no Paço Municipal

Com isso, as peças do tabuleiro eleitoral de 2024 começam a ser movimentadas.

1242 cachorrão

Cachorrão pode assumir Secretaria do Empreendedorismo

 

Check Also

A034 – Dois sepultamentos em Assis neste dia 12 de abril

Há dois sepultamentos programados para esta sexta-feira, dia 12 de abril, no Cemitério Municipal da …

Deixe uma resposta