Home / DESTAQUE / VOCEM oficializa reclamação contra árbitro por três pênaltis não marcados
lossavaro

VOCEM oficializa reclamação contra árbitro por três pênaltis não marcados

A diretoria do VOCEM de Assis encaminhou uma representação à presidência da Federação Paulista de Futebol contra o árbitro Júnior César Lossávaro, de 43 anos, que apitou o jogo entre o ‘Esquadrão da Fé’ e o Grêmio Prudente na tarde desta quarta-feira, dia 4, no estádio Tonicão.

A partida terminou empata em dois gols, mas dirigentes marianos reclamam de lances que teriam gerado três penalidades máximas não assinaladas pela arbitragem.

No final do primeiro tempo, o meio campista Juninho disputou uma bola na entrada da área e teve o tornozelo lesionado, sendo necessária sua substituição. Para a diretoria do VOCEM, foi penalidade máxima, mas o árbitro justificou ter ocorrido ‘disputa normal de bola’.

Na segunda etapa, dois lances com toque de bola nos braços de zagueiros prudentinos dentro da área geraram muitos protestos da diretoria.

Ao final da partida, o árbitro Júnior Lossávaro relatou na súmula o protesto dos dirigentes do VOCEM que estavam nas arquibancadas.

No dia seguinte à partida, o presidente mariano Lauro Valim Silveira decidiu oficializar sua reclamação contra o árbitro Júnior Lossávaro ao presidente da Federação Paulista de Futebol, Reinaldo Carneiro Bastos.

Junto com o documento, o dirigente encaminhou imagens dos lances que ele considera “erros” do árbitro. Veja o documento:

“Ilustríssimo Presidente da Federação Paulista de Futebol

Sr. Reinaldo Carneiro

Vila Operária Clube Esporte Mariano (VOCEM de Assis), associação desportiva devidamente registrada na Confederação Brasileira de Futebol e na Federação Paulista de Futebol, participando do Campeonato Paulista da Segunda Divisão sub 23 de 2020, vem por meio da presente ingressar com representação contra o árbitro Júnior César Lossávaro, pelos fatos ocorridos e fundamentados que passa a aduzir para ao final requerer:

O representado foi escalado para a arbitragem no jogo entre o representante e a agremiação Grêmio Prudente, no qual foi realizado no Estádio Antônio Viana Silva, em Assis, com horário marcado às 15 horas no dia 4 de novembro, quarta-feira.
Em conduta extremamente confusa ao representante o representado atuou de maneira totalmente distinta das orientações apresentadas pela comissão de arbitragem e cumprimento ao regulamento.
Desde o início da partida, ficou notória a conduta do representado realizando as inversões de faltas, tudo a desfavor do VOCEM de Assis.
Além das corriqueiras inversões mencionadas acima, de pronto, o malsinado árbitro deixou de marcar no mínimo três pênaltis claros, atitude esta que gerou muita revolta e reclamação.
Seus critérios foram vergonhosos, tendenciosos com fito exclusivo de beneficiar ao clube do Grêmio Prudente. Seus assistentes tiveram a mesma atitude e não o ajudaram nas tomadas de decisões em vários lances duvidosos.
O quarto árbitro, com um palavreado ríspido, ofendeu atletas e membros da comissão, intimidando e ameaçando todos de expulsão.
Cabe à esta Federação Paulista de Futebol uma análise da arbitragem do representado, vindo observar que não é de hoje que existe questionamento de sua arbitragem. Para tanto, basta uma pesquisa e consulta aos que fazem o futebol, onde de imediato percebe-se que o mesmo é useiro e vezeiro em prejudicar alguns times, não por maldade e sim por falta de preparo e competência.
O árbitro não teve pulso e nenhum critério na condução da partida e tornou a mesma um campo de reclamações e gerou inúmeras reclamações, assim perdendo o controle.
Bastante interessante é que esse honrado presidente tem condições de assistir o vídeo no site: https://mycujoo.tv/pt-br/regional/federacao-paulista-de-futebol-lpcs9r?id=ckgtk93qcgwss0gcxdnswg3us&play=true&tvId=190, onde ali mostra inúmeros erros do representado na partida em questão.
Também, em anexo, mandaremos os lances dos pênaltis que foram mais questionados.
Esse é o árbitro que ainda encontra-se no quadro da arbitragem da Federação Paulista.
Senhor presidente, por essa e outras que a arbitragem paulista, principalmente nessa divisão, encontra-se sendo questionada por todos sucessivamente e muita das vezes o senhor não tem conhecimento.
Os fatos ocorridos nesta quarta-feira foram notórios, presenciado e comentado por todos presentes e por quem acompanhou a transmissão ao vivo.
Ante o exposto, requer de vossa Senhoria:
A) a suspensão da indicação do árbitro representado de todos os sorteios para partidas do VOCEM de Assis;
B)Após a análise dos lances, que seja notificada a Comissão de arbitragem para uma punição do representado;
Nestes Termos,
Pede e espera deferimento
Assis, 04 de Novembro de 2020.
Lauro Valim Silveira
Presidente do VOCEM”

lossavaro

Veja Também

23 novembro premiados

Mais cinco assisenses são premiados no Hiper Saúde Bauru

Mais um final de semana com muitos prêmios do Hiper Saúde distribuídos para Assis e ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *