Home / DESTAQUE / PT e PSOL discutem coligação e candidatura a prefeito em Assis
30 julho pt psol

PT e PSOL discutem coligação e candidatura a prefeito em Assis

O cenário político que antecede as eleições municipais pode ter novidade em Assis.

Membros do PT -Partido dos Trabalhadores- e PSOL -Partido Socialismo e Liberdade- têm se reunido virtualmente nos últimos dias com a finalidade de produzir e apresentar uma proposta alternativa para governar Assis.

Uma comissão, com representantes indicados pelas duas legendas, começou a estudar uma espécie de ‘cartilha guia’, que, inicialmente, será baseada em propostas apresentadas por elas nas eleições anteriores. No entanto, garantem, o fundamental “será a consulta popular na formatação do programa a ser apresentado à sociedade”, explica o presidente do diretório municipal do PSOL, Pablo Scherrer.

Para o professor Héber Ricardo da Silva, ex-vice-prefeito de Maracaí, que passou a ter domicílio eleitoral em Assis e compõe a comissão do PT nessa discussão com o PSOL, “o importante será discutir a atual realidade do município e apresentar propostas por temas, visando garantir uma sociedade mais justa, com prioridade para programas de geração de renda e emprego”, defende.

Outro objetivo, da quase certa coligação formada pelas legendas, será usar debates públicos e reuniões nos bairros e empresas para “fazer uma análise de conjuntura política e econômica, com críticas às ações do Governo Federal e Estadual”, admitem.

NOMES – Para os representantes das duas legendas, como o calendário eleitoral foi prorrogado por conta da pandemia, “não é necessário ter pressa para definir nomes dos candidatos a prefeito e vice”. Segundo os dirigentes de PT e PSOL “nomes de pessoas qualificadas não faltam, mas o importante, nesse momento, é construir um programa popular para as candidaturas defenderem na campanha”, justificam.

Também não está estabelecido qual partido indicaria o prefeito.

Paralelamente à discussão de propostas para construção do programa de governo a ser apresentado à população, os diretórios dos dois partidos discutem com os seus filiados a composição de duas chapas de candidatos a vereador, uma vez que a nova legislação impede a coligação de candidatos a vereador de partidos diferentes. Mesmo assim, garantem os dirigentes, “todos os candidatos ao Legislativo, além de suas pautas, defenderão as propostas da coligação majoritária”, finalizam.

30 julho pt psol

Representantes de PT e PSOL discutem programa conjunto e coligação

Veja Também

luto

Dois sepultamentos em Assis nesta segunda-feira, dia 10 de agosto

Há dois sepultamentos programados para esta segunda-feira, dia 10 de agosto, no Cemitério Municipal da ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *