Home / CIDADE / Ofício de Assisense e VOCEM impede Matrix FM de transmitir o clássico
matrix fm

Ofício de Assisense e VOCEM impede Matrix FM de transmitir o clássico

Um ofício assinado pelos presidentes Fábio Melo e Fábio Mânfio, de Atlético Assisense e VOCEM, respectivamente, impedirá a equipe da Rádio Matrix FM transmitir o clássico local no próximo domingo, dia 21 de abril, por uma plataforma digital de vídeo, como aconteceu na estreia do VOCEM contra o Marília, no domingo, dia 14 de abril.

A medida causou grande indignação no diretor da Matrix, José Carlos Carricondo Júnior, que prometeu “jamais voltar a transmitir qualquer jogo desses dois times e nunca mais sequer pisar no estádio Tonicão”, garante.

Até a tarde desta segunda-feira, dia 15, segundo Carricondo Júnior “estava tudo certo para a transmissão”, mas, por telefone, ele foi informado pela Federação Paulista de Futebol de que um ofício assinado pelos dois dirigentes, endereçado à instituição que comanda o futebol no estado de São Paulo, garantirá a transmissão por video apenas de uma equipe e a escolhida pelos dois foi o canal Assiscity.

Procurado pelo Jornal da Segunda, o presidente do Clube Atlético Assisense, Fabinho Melo, confirmou ter assinado o ofício encaminhado à Federação Paulista de Futebol e justificou a medida: “A Federação Paulista só libera uma transmissão! Para efeitos de propagandas e visibilidade maior, decidimos, junto aos nossos patrocinadores, escolher o Assiscity nesse primeiro jogo!” e concluiu: “Temos que dar privilégio aos nossos patrocinadores”, resumiu.

O dirigente mariano, Fábio Mânfio, também confirmou a opção feita por ele para que apenas o portal Assiscity transmita o clássico: “A Federação Paulista pediu para que os clubes optassem apenas por um site. Tínhamos dois interessados e a Federação só permite um portal. O VOCEM optou, nessa partida, pelo Assiscity pela quantidade de visualizações no último jogo, quando a gente verificou que a Matrix teve 44 visualizações e o Assiscity cerca de quatro mil visualizações e, pensando na exposição da marca do clube, optamos pelo Assiscity, mas para essa partida. Nada impede que, num próximo jogo, a gente não decida pela Matrix. Mas isso dependerá do trabalho deles para a divulgação da marca do clube, que é o nosso pensamento principal”, explicou Mânfio.

Ainda, segundo o dirigente mariano, “o fato de um dos profissionais da Matrix -Matheus Dorácio- não estar presente no jogo de domingo, enquanto a equipe do Assiscitry estará completa, fizemos essa opção”. Matheus estará cobrindo férias de um repórter da TV Tem na região de São José do Rio Preto nos próximos 40 dias.

Apesar desses fatores apontados, Mânfio reafirma: “Nesse momento, a opção pelo Assiscity para transmitir esse jogo se dá em respeito ao trabalho que eles fizeram e pela quantidade de visualizações que constatamos, mas em outros jogos podemos ter posição diferente”, finalizou.

Para Carricondo Júnior, a decisão de não transmitir mais os jogos da Segunda Divisão é um caminho sem volta: “Reunimos nossa equipe e decidimos, em conjunto, não voltar atrás”. Para ele, os números de visualizações da partida entre VOCEM e Marília apresentados pelo presidente Mânfio não condizem com a realidade. “Fizemos o acompanhamento, minuto a minuto da transmissão, e tivemos momentos, por estar aliado ao portal da Federação Paulista de Futebol, que o número de acessos da Matrix foi bem maior do que o outro portal”, garante.

Carricondo lamentou que essa decisão tenha sido tomada após ter investido na aquisição de equipamentos de última geração para poder acompanhar os times na temporada inteira. “Quando apenas nossa equipe transmitia, sem qualquer expectativa de lucro financeiro, aliás, muitas vezes tirando dinheiro do próprio bolso por amor à causa, éramos importante”, finalizou.

matrix fm

Matheus Dorácio e Carricondo Júnior da Matrix

Foto: Vinícius Gonçalves

Veja Também

luto

Quatro sepultamentos em Assis nesta sexta-feira, dia 19 de julho

Há quatro sepultamentos programados para esta quinta-feira, dia 19 de julho, no Cemitério Municipal da ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *