Home / CIDADE / Aprovada lei estadual que permite venda de cerveja em estádios
cerveja-estadio-futebol

Aprovada lei estadual que permite venda de cerveja em estádios

Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo aprovou um projeto de lei de autoria do deputado estadual Itamar Borges, do MDB, que permite a venda e o consumo de bebidas alcoólicas no interior dos estádios de futebol e arenas esportivas localizadas no estado. Os dois clubes de Assis, VOCEM e Atlético Assisense, comemoraram a decisão.

O projeto, aprovado pelo plenário da Casa de Leis na sessão desta quinta-feira, dia 13 de junho, depende de sanção do governador João Doria (PSDB) para se tornar lei.

Desde o ano 1996, a venda, distribuição e o consumo de bebidas alcoólicas estão proibidos dentro de um raio de até 200 metros da entrada dos estádios de futebol do estado de São Paulo em 1996 em decorrência de uma lei de autoria do ex-deputado Nabi Abi Chedid.

A nova proposta, aprovada pelos deputados paulistas, autoriza a venda e o consumo de bebidas alcoólicas em bares, lanchonetes e congêneres destinados aos torcedores, bem como nos camarotes e espaços VIPs dos estádios e arenas.

Segundo o projeto, a venda das bebidas alcoólicas deve ser iniciada uma 1h30 antes do início da partida e encerrada 60 minutos após seu término.

Outra regra da nova lei, caso seja sancionado o projeto, é que bebidas sejam comercializadas em embalagens plásticas descartáveis, cujo recipiente não tenha capacidade superior a 500 ml.

O autor do projeto, deputado Itamar Borges, justificou que “a maioria dos torcedores ingressa no estádio quase no início da partida porque fica até o último segundo bebendo nos arredores do estádio” e que “cerveja possui baixo teor alcoólico, impossível o cidadão embriagar-se e provocar tumultos em função desta degustação levando-se em consideração a curta duração dos jogos de futebol (90 minutos) e ainda que “a venda de bebida alcoólica nos estádios estimula a presença do torcedor, aumenta a arrecadação de tributos pelo estado, aumenta a geração de empregos e não guarda relação com o aumento da violência”, argumentou durante a defesa da proposta.

EM ASSIS – Na cidade de Assis, uma lei de autoria do ex-vereador Reinaldo Nunes -Português- e do vereador Claudecir Martins – Gordinho da Farmácia- chegou a ser aprovada na Câmara Municipal e sancionada pelo ex-prefeito Ricardo Pinheiro, mas a Justiça entendeu que ela não poderia sobrepor a legislação estadual. As diretorias do VOCEM e Atlético Assisense, times que disputam o Campeonato Paulista da Segunda Divisão, concordam com a nova lei. Os clubes usam a venda de bebidas como fonte de renda para arcar com os despesas na competição.

vocem x mac geilsonOs clubes de Assis torcem pela nova lei da venda de bebida no estádio Tonicão

Foto: Cícero da Motta

Veja Também

luto

Quatro sepultamentos em Assis nesta terça-feira, dia 17 de setembro

Há quatro sepultamentos programados para esta terça-feira, dia 17 de setembro, no Cemitério Municipal da ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *